Biografia | Alicia Keys Brasil
Biografia
Alicia Keys, nome artístico de Alicia Joseph Augello-Cook nascida em Manhattan, Nova Iorque, em 25 de Janeiro de 1980, é cantora, compositora, produtora e pianista norte-americana de música R&B/soul. Keys é uma artista de renome, tendo vendido mais de 35 milhões de álbuns e 30 milhões de singles no mundo todo, ganhou mais de 100 prêmios, incluindo 15 Grammys, 14 NAACP Image Awards, 10 Billboard Music Awards, 10 Soul Train Awards, 6 BET Awards e 05 American Music Awards. Alicia é conhecida mundialmente pelo sucesso de seus singles “Fallin'”, “No One”, “Girl On Fire”, dentre muitos outros. Alicia também é arranjadora, produtora musical, atriz, autora, poeta, diretora e produtora, ativista e empresaria.

 

A vida de Alicia Keys antes da fama.

 

Filha de Teresa Joseph Augello, de ascendência ítalo-irlandesa e Craig Cook, jamaicano, Alicia Keys nasceu em um hospital de Manhattan e foi criada no famoso bairro de Hell’s Kitchen em Nova York. Começou a tocar piano aos sete anos de idade, tocando compositores como Beethoven, Mozart e Chopin. Compôs a sua primeira canção, “Butterflyz” aos catorze anos de idade; essa canção, homenagem ao seu Avo paterno, o qual ela o chamava “Fafa” foi gravada e incluída em seu primeiro álbum “Songs in A Minor”. Os pais de Alicia Keys se separaram quando ela tinha 2 anos de idade, e por isso foi criada pela mãe Terry, a pessoa que segundo a própria é quem mais incentiva seus talentos musicais e com ajuda da sua avó paterna “Nana”. Por muitos anos a relação de Alicia Keys com o pai foi conturbada, já que ele mostrava-se muito ausente. Devido a este fato ela regravou a canção “How como you don’t call me” do cantor e compositor Prince, como uma forma de expressar essa ausência. Em 2007, Alicia perdeu a sua avó “Nana”, e este fato levou-a a ficar mais próxima do seu pai. Atualmente ela refere que a relação com seu pai se modificou bastante. Eles estão mais próximos e se falam praticamente toda semana. Ela revelou que aprendeu a aceitar o seu pai da forma que ele é, apesar de já ter sofrido muito com isso. Keys é filha unica por parte de mãe e possui um irmão Cole, por parte de pai.

 

Alicia formou-se aos dezesseis anos de idade, como a melhor aluna e oradora de sua sala na Escola de Artes Profissionais da Columbia em Manhattan. Ela começou a freqüentar a Universidade de Colúmbia com auxilio de uma de bolsa de estudos, antes de trancar definitivamente o curso para se dedicar a uma carreira musical. Keys gravou uma fita demo e enviou-a para Jermaine Dupri, do selo musical So So Def, distribuído pela Columbia Records. Gostando do que ouviu, Dupri assinou um contrato com ela. A canção “Dah Dee Dah (Sexy Thing)”, que apareceu na trilha-sonora do filme Men in Black (de 1997), foi a primeira gravação profissional de Keys em estúdio. No entanto, essa canção nunca foi lançada como single.

 

Quando seu contrato com a Columbia terminou, Alicia Keys conheceu Clive Davis (que descobriu Whitney Houston na década de 1980), que assinou com ela um contrato para a Arista Records. Logo após isso, a Arista se dissolveu e Alicia Keys foi convidada a se unir ao novo selo de Clive Davis, a J Records. Lá ela gravou as canções “Rear View Mirror” e “Rock With You” que fizeram parte da trilha-sonora dos filmes, Shaft e Professor Aloprado II, respectivamente (lançados em 2000). Alicia Keys lançou seu álbum de estréia “Songs in A Minor” em 2001, com o título sendo uma referência à música clássica.

 

Momento Atual

 

Alicia casou-se com o rapper Swizz Beatz no dia 31 de Julho de 2010, e deu a luz ao seu pequeno Egypt Daoud, em 14 de outubro do mesmo ano. Referiu que iria dar um big time na sua carreira para se dedicar à família… e todos se perguntavam: “mas, quanto tempo isso vai durar mesmo?” Hum…. ela deixou seus admiradores realmente apreensivos!!! Contudo…. esse tempo tão temido foi bastante curto! Que maravilha! Workaholic, ou seja, viciada no trabalho, Alicia retornou no inicio de 2011 prestando uma linda homenagem ao seu pequeno Egy. Ela compôs e gravou a canção “Speechless” numa parceria com Eve e sob produção do seu marido.

 

Em março de 2011, resolveu ampliar seu nicho de habilidades e juntou-se a Jennifer Aniston e Demi Moore, como diretora do Projeto FIVE. Tal projeto foi um documentário de cinco capítulos, que contou cinco histórias reais de mulheres que tiveram suas vidas afetadas pelo câncer de mama. Five foi estrelado por Rosario Dawson, Jennifer Lewis, Tracee Ellis Ross, dentre outras personalidades, no dia 26 de setembro de 2011, no canal Americano Lifetime. Além disso, ela continuou trabalhando nos seus projetos sociais com a sua organização “Keep A Child Alive”, a qual angaria fundos para fornecer medicamentos às crianças africanas portadoras do vírus HIV, e outras organizações como o Hope Rising. Realizou campanhas como “Buy Life”, shows pockets e eventos beneficentes, a exemplo do Black Ball.

 

Foi a homenageada da Escola de Artes e Performances de Nova York com o “The First PPAS Alumni Outstanding Achievement” e acrescentou mais um NAACP Image Awards à sua galeria pela canção “Un-thinkable”. Foi eternizada, recebendo sua estátua de cera no Museu de Cera Madame Tussauds em Nova Iorque.

 

No final de 2011, produziu a peça da Broadway “Stick Fly”, uma comédia de costumes contemporânea, que girava em torno de uma garota vinda de uma família abastada de negros, cuja inseguranças gradualmente se revelam durante suas ferias. Tal peça foi aclamada pela crítica especializada, devido ao enredo envolvente e elenco de ponta.

 

Durante todo o ano de 2012, encontrou-se engajada na produção do seu novo album “Girl on Fire” e outros projetos do cinema e da Broadway. Participou de dois festivais, North Jazz Sea em Barbados e Itunes Festival em Londres, sendo estes, eventos de divulgação do cd Girl On Fire. Gravou ainda MTV Crashes em Manchester e Vh1Storytellers, ambos shows televisivos que foram ao ar na semana de lançamento de Girl On Fire, em 2013. O Storytellers tornou-se mais um lançamento oficial em CD/DVD.

 

Após o lançamento de “Girl On Fire”, Alicia iniciou uma nova turnê mundial, intitulada “Set The World On Fire”. O Álbum rendeu o 15º Grammy de Keys, na categoria Melhor Álbum de R&B. O primeiro single de mesmo nome, “Girl On Fire”, logo assumiu o topo da parada de singles no Brasil e a canção tornou-se tema da trilha-sonora da novela ‘Salve Jorge”. O sucesso foi tão grande, que Alicia Keys fez um video de agradecimento aos fãs brasileiros. Alicia veio ao Brasil para fazer três shows de sua nova turnê, em São Paulo, no Rio de Janeiro e encerrando em Porto Alegre.

 

Com o término da turnê no final de 2013, Alicia voltou ao estudio no inicio de 2014, e produziu e gravou o seu novo álbum, que contará com o produtor Pharrell Williams. Juntos, Alicia e Pharrell, produziram e lançaram também a canção “It’s On Again”, para trilha sonora de “O Espetacular Homem-Aranha II”, com a participação de Kendrick Lamar e Hans Zimmer.

 

Grávida pela segunda vez e preocupada com o mundo em que estamos vivendo, e que irá deixar para seus filhos, Keys lançou “We Are Here”, engajando a campanha “WeAreHereMovement, que movimentou as redes sociais no mundo todo. A canção trouxe uma letra super poderosa e de apelo sobre o mundo em que estamos vivendo, onde ela prega a Paz, o Amor e a Unidade.

 

Em Dezembro de 2014, Keys lançou “We Gotta Pray”, uma faixa que fala sobre a violência, injustiça e a pobreza no mundo. E faz menções aos protestos às mortes de Eric Garner e Michael Brown, dois negros que foram mortos nos Estados Unidos por policiais brancos, causando um grande protesto nas ruas de Nova Iorque e em Ferguson. Genesis Ali Dean, seu segundo filho, nasceu em 27 de dezembro e a mamãe Keys publicou uma foto dos pezinhos do bebê, com a frase: A alegria da alegria é a alegria”.

 

O ano de 2015 começou com Alicia levando mais um prêmio do NAACP Image Awards de melhor canção para We Are Here” e ela foi homenageada, no “Grammys on The Hill”, com “Recording Artists’ Coalition Award”, um prêmio nomeado pelo programa de direitos dos artistas. Na sequencia, Keys volta ao estudio para continuar trabalhando mais musicas para seu album.

 

Alicia fez uma participação em dois episódios da segunda temporada da série “Empire”, da rede de tv norte-americana FOX. Ela performou a canção “Powerful” ao lado do ator Jussie Smollett. “Empire” é uma série que retrata o império de uma gravadora de discos e o empresariamento de artistas de hip-hop e R&B. Alicia é o rosto da campanha do novo perfume da Givenchy, Dahlia Divin. Ela também tornou-se a embaixadora da Levi’s e gravou a canção “28,000 Thousand Days”, para a campanha de divulgação da marca.
Em 2016, Alicia foi convidada para ser uma das técnicas da 11ª temporada do “The Voice” USA. Alicia lançou as canções “In Common” e “Hallelujah”, singles de seu próximo álbum. Ela também fez historia neste ano, tornando-se a primeira artista a performar, no show do intervalo da final da UEFA Champions League. Ela se tornou a embaixadora de mídia e entretenimento de Nova York. Ela performou “In Common” no BET Awards e foi ovacionada ao declamar o poema “I Have a Dream” de Martin Luther King no MTV VMA. O sexto e novo álbum de Alicia têm previsão de lançamento para o final do verão norte-americano, entre Setembro e Outubro de 2016.

 

Revela ser uma nova Alicia Keys e que está vivendo o melhor momento da sua vida. Relata que agora possui razão para viver e que ser mãe está sendo a mais bela experiência da sua vida. Alicia aderiu ao #NoMakeUp e tem aparecido nos holofotes sem usar maquiagem, de rosto limpo. E encontra-se tão ansiosa quanto os fãs para o lançamento de seu sexto àlbum de estúdio.

 

Estilo musical

 

As canções de Alicia Keys tem como base instrumento o piano, visto que ela é, antes de tudo uma pianista com formação clássica. As letras falam muito sobre amor, desilusão e o poder feminino. Como inspiração, cita vários músicos, incluindo Prince, Nina Simone, Barbra Streisand, Marvin Gaye, Quincy Jones, Donny Hathaway e Stevie Wonder.

 

O seu estilo está enraizado no gospel e soul vintage, complementado pelo baixo e sintetizadores. Incorporando fortemente o piano clássico com o R&B, soul e jazz, começou a experimentar outros gêneros musicais, como o pop e rock, no seu terceiro álbum, “As I Am”, um som neo soul e R&B dos anos 80 e 90 no seu quarto álbum, “The Element of Freedom” e uma mistura de sons, mas mantendo a sua base soul no quinto àlbum “Girl On Fire.”

 

A sua classificação vocal é de Mezzo-Soprano de ampla extensão para agudos. E a sua tessitura vocal varia em 3 oitavas. Muitas vezes referida como “Princess of Soul” ou “Princesa do Soul”, é caracterizada por ter um timbre de voz forte, cru e apaixonado.